" Ler não é decifrar, escrever não é copiar".

(Emilia Ferreiro)

06 novembro, 2011

Para uma avaliação construtivista



Lino de Macedo


O pensamento infantil desenvolve-se - segundo Piaget - gradualmente, através de uma sucessão de estágios. Em cada um destes a criança constrói conceitos, dentro das possibilidades que cada um lhe permite. Tais noções, no entanto, podem não corresponder às consolidadas no mundo científico adulto. Mas, da perspectiva do pensamento infantil, estão perfeitamente de acordo com seu estágio de desenvolvimento. Como conciliar estes dois pontos de vista? Como respeitar o modo como o pensamento da criança se desenvolve e, ao mesmo tempo, ensinar de forma cientificamente correta ?
É sobre o desafio de conciliar uma perspectiva estrutural -que é comum a todos, universal - e uma perspectiva funcional - específica de cada um, singular - que Lino de Macedo trata neste texto.
O autor propõe que estes dois pontos de vista devem ser considerados de forma complementar e indissociável no processo ensino-aprendizagem e na prática avaliativa.
Só assim se estará realizando uma avaliação verdadeiramente construtivista.

Arquivo do blog

Para ler...

"Quem tem muito pouco, ou quase nada, merece que a escola lhe abra horizontes”
Emília Ferreiro
“Um dos maiores danos que se pode causar a uma criança é levá-la a perder a confiança na sua própria capacidade de pensar”
Emília Ferreiro

Seguidores

Deixe o seu recadinho...

Sigo e leio...

 
Como eu alfabetizo... | por Templates e Acessórios ©2010